Vamos
falar sobre
» Biossegurança?

Um consultório seguro e preparado
para atender os seus pacientes é essencial
quando o assunto é o risco biológico.

Para prevenir a transmissão de doenças,
reduzir o risco ocupacional e de infecção
cruzada, você conta com vários protocolos
de limpeza e prevenção.

Prevenção e «
cuidados essenciais
nos novos tempos.

Prevenção
e cuidados
essenciais
nos novos
tempos. «

Os consultórios de odontologia são ambientes
susceptíveis a contaminações de várias fontes, que podem
ser oriundas da boca do paciente, de gotículas eliminadas
durante os procedimentos, das mãos dos cirurgiões-dentistas
ou dos instrumentos e equipamentos do consultório.

Com o COVID-19, as recomendações para prevenção
foram intensificadas na rotina dos cirurgiões-dentistas:

Use a máscara N95 ou, em caso de continuar usando
a máscara habitual, troque-a a cada duas horas para evitar
a perda de eficácia.

O modelo regulamentado pela Anvisa para o uso pelos profissionais
de saúde no atendimento durante a pandemia do COVID-19
é a N95 ou PFF2 sem válvula de respiração.

Lavar cuidadosamente
as mãos antes e depois de tratar os pacientes.

Redobrar o cuidado no manuseio
de modelos e moldes, assegurando
a sua efetiva desinfecção.

Evitar os cumprimentos com
beijos ou aperto de mão na consulta.

Reforçar o uso de jaleco, gorro, propé,
luvas, óculo de proteção e face shield
(recomenda-se desinfetar e higienizá-lo
a cada procedimento).

Após cada consulta, limpar e desinfetar
imediatamente todas as superfícies e
ambiente de trabalho.

Seguir rigorosamente todos os procedimentos
universais de esterilização e desinfecção.

O vírus pode ser transportado pelos aerossóis
e consegue sobreviver nessas superfícies por
mais de nove dias.

Lembre-se de que o spray emitido por uma
caneta de alta rotação atinge até um raio de
2 metros, então você deve limpar toda a área
de procedimento ao final do atendimento.

Use a máscara N95 ou, em caso de continuar
usando a máscara habitual, troque-a a cada
duas horas para evitar a perda de eficácia.

O modelo regulamentado pela Anvisa para o uso
pelos profissionais de saúde no atendimento
durante a pandemia do COVID-19 é a N95 ou
PFF2 sem válvula de respiração.

Lavar cuidadosamente
as mãos antes e depois
de tratar os pacientes.

Redobrar o cuidado no manuseio
de modelos e moldes, assegurando
a sua efetiva desinfecção.

Evitar os cumprimentos com
beijos ou aperto de mão
na consulta.

Reforçar o uso de jaleco, gorro, propé,
luvas, óculo de proteção e face shield
(recomenda-se desinfetar e higienizá-lo
a cada procedimento).

Após cada consulta, limpar e desinfetar
imediatamente todas as superfícies e
ambiente de trabalho.

Seguir rigorosamente todos os procedimentos
universais de esterilização e desinfecção.

O vírus pode ser transportado pelos aerossóis
e consegue sobreviver nessas superfícies por
mais de nove dias.

Lembre-se de que o spray emitido por uma
caneta de alta rotação atinge até um raio de
2 metros, então você deve limpar toda a área
de procedimento ao final do atendimento.

» Os essenciais

Autoclave
Vitale Class 12L

Cristófoli

Em até

Comprar

Detergente Enzimático
Zymedet Gold 5-E

Prolink

Por apenas

Comprar

Autoclave
Vitale Class 12L

Cristófoli

Em até

Comprar

Detergente Enzimático
Zymedet Gold 5-E

Prolink

Por apenas

Comprar

Biossegurança

Resultados: 4

por página

Resultados: 4

por página